Qual O Salário De Um Avaliador De Imóveis?

salario avaliador imoveis

salario avaliador imoveis
O salário de um avaliador de imóveis é um dos pontos que atraem as pessoas para essa área.
O avaliador tem como função principal, fazer a análise completa de um estabelecimento para seu cliente, a fim de concluir se o imóvel está em boas condições e se vale o preço estipulado.
Em esfera judicial, o perito avalia o imóvel para que se saiba o valor para repartição de herança ou bens.
Seu trabalho é fundamental para garantir que o cliente faça um bom investimento e não caia em armadilhas.
Quer saber um pouco mais da profissão? Então continue lendo este artigo.

Qual O Salário De Um Avaliador De Imóveis?

salario valores
Se você se interessa pela área de avaliação de imóveis, então um dos seus questionamentos deve ser em relação ao valor do salário.
Pois bem, um avaliador de imóveis ganha em torno de um valor de R$ 1.918,29, trabalhando 43 horas por semana.
A faixa salarial é de R$ 1.455,13 e seu teto salarial é de R$ 4.038,64.
Em geral, o salário do avaliador de imóveis varia bastante de região para região e por quantidade de horas trabalhadas.
No entanto, este é um setor que tem uma margem salarial satisfatória para o profissional que queira ingressar nele.

O Que Faz Um Perito Avaliador De Imóveis?

guardar dinheiro
A principal função de um perito avaliador de imóveis é a responsabilidade de fazer a perícia e avaliação da estrutura de um imóvel, para garantir que ele apresente boas condições.
Além disso, passam a verificar os valores reais que o local apresenta.
No entanto, esse não é apenas o trabalho principal dele. O perito também é muito solicitado para que antes que uma ação na justiça aconteça, ele avalie o imóvel para a divisão de herança, por exemplo.
Isso porque a divisão deve acontecer por igual, sendo assim, o valor a ser dividido deve ser justo para ambos os lados representados pelo perito.
Através de um laudo de avaliação é que seu trabalho acontece. Dentro desse laudo, constam informações necessárias que o perito deve fazer para concluir sua análise do local.
Então, pontos como eletricidade, manutenções pendentes, tamanho do lugar, localização, e muitos outros fatores, são observados e anotados pelo profissional.
Tudo isso, por menor que pareça, interfere no preço do imóvel e faz com que ou ele tenha uma boa valorização ou então que se desvalorize.
As funções de um perito avaliador de imóveis, são então, diversas.

Como ser perito judicial avaliador de imóveis?

Para que você consiga ser perito judicial, é necessário um curso superior na área de perícia, pois essa é uma exigência do código de processo civil, o CPC.
Somente desse modo é que você pode desempenhar a função de maneira legal.
No entanto, se você trabalha no ramo da corretagem, então, através do curso técnico em transação imobiliária e com sua credencial ativa, você poderá atuar como perito imobiliário.
O curso técnico, para quem estiver interessado, tem uma carga horária que vai de 800 a 1200 horas e está disponível para ser feito tanto a distância como presencialmente.
O valor do curso técnico sai muito mais em conta do que de um curso superior. Desse modo, acaba sendo mais acessível a quem deseja ingressar na área.
A importância de ter um certificado alegando que você é apto a atuar na profissão se faz necessária justamente porque a perícia envolve muita técnica.
Sendo assim, não é qualquer pessoa que pode fazer a avaliação correta com o olhar minucioso.
A profissão interligada com a corretagem, faz com que o perito consiga ter uma qualificação ainda maior e consiga ser uma referência por onde trabalha.

Conclusão

dinheiro dolar imoveis
Por fim, pudemos ver neste artigo qual é o salário de um avaliador de imóveis e como se tornar um.
A profissão vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de trabalho, e as especializações na área agregam ao profissional um destaque muito maior em seu serviço.
Acima do profissionalismo, o trabalho de um perito avaliador de imóveis deve ser justo e ético.
Sendo assim, questões de fora não podem deixar que interfiram na avaliação do profissional para que ele não execute seu trabalho com parcialidade.
Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Nos conte aqui nos comentários e compartilhe este texto!
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *