Como saber se o INSS liberou o empréstimo consignado?

Compartilhe no whatsapp e redes:

O empréstimo consignado é um dos melhores no quesito juros baixos e que evita que você se endivide ou esqueça de pagar parcelas, justamente pela natureza do empréstimo consignado que é debitar parcelas da folha de pagamento de um servidor público, aposentado, pensionista ou assalariado. Neste artigo separamos tudo o que você precisa saber sobre os empréstimos consignados e como saber se o INSS liberou o seu. 

O que é aprovação de crédito? 

A aprovação de crédito é um processo de análise que dependem muito do banco em questão ao qual você solicitar qualquer produto relacionado ao crédito como cartões, financiamentos, refinanciamentos, empréstimos e muito mais. Cada banco possui seus próprios critérios e por isso não conseguimos estipular um padrão de critérios analisados. A aprovação é o que determina se você vai ou não receber o produto de crédito que escolher como o empréstimo consignado por exemplo. 

credito consignado

Como funciona a aprovação de Crédito Consignado? 

Cada banco possui seus próprios critérios e por isso não conseguimos estipular um padrão de critérios analisados já que eles são confidenciais e variáveis. Sabemos que o crédito consignado é um tipo de crédito bem particular e específico para um tipo de público e por isso conseguimos dizer os principais fatores para fazer com que seu empréstimo consignado seja aprovado, como: 

– Seja do público de aposentados, pensionistas, servidores públicos ou assalariados; – Possua margem consignável; – As prestações do empréstimo não podem ocupar mais de 30% da sua renda; – O órgão em que você trabalha deve ter convênio com o banco que você escolher 

solicitar seu empréstimo consignado; – Não tenha outro tipo de crédito em andamento. 

O que é necessário para o INSS aprovar um Empréstimo Consignado? 

São necessários alguns procedimentos para fazer com que seu empréstimo seja aprovado. De início será necessário comparecer presencialmente para solicitar o empréstimo ao banco em que você deseja que ele ocorra, com os documentos mais comuns nesses casos que são documentos de identificação como identidade e CPF, comprovante de residência atualizado e cópias dos últimos extratos do seu pagamento. Após a entrega desses documentos são realizados várias análises e você vai compreendê-las melhor logo abaixo. 

Conferência de dados 

Esse é um dos estágios pré-liberação do empréstimo consignado e são avaliados os documentos entregados por você para o banco como os documentos mais comuns nesses casos que são documentos de identificação como identidade e CPF, comprovante de residência atualizado e cópias dos últimos extratos do seu pagamento. Assim, há a identificação se você corresponde ao perfil além da definição da margem consignada e conferência dos dados bancários do banco que você optar por receber o dinheiro já que há comunicação entre o banco que cede o dinheiro e o que recebe. 

Comprovação de margem consignável 

A margem consignável é algo facilmente calculado que já vem impresso juntamente no seu extrato de pagamento do benefício. Por isso, os bancos ao solicitar os documentos para aprovar seu empréstimo consignado acabam solicitando uma cópia dos últimos extratos de pagamento do benefício para você. Normalmente a margem consignável é o valor que já pode ser debitado diretamente do seu benefício e gira em torno de 5% a 35%, ou seja, quanto maior for seu benefício, mais você poderá utilizar como margem e o restante é necessário pagar do próprio bolso. 

Averbação do contrato 

A averbação é um nome mais formal para a reserva de valor da parcela de qualquer empréstimo consignado na conta de quem o solicitar. Isso nada mais é a garantia de que o banco que conceder o empréstimo poderá descontar diretamente da folha de pagamento do aposentado/pensionista/servidor público ou assalariado o valor acordado no contrato. Por isso, é tão necessário que os bancos conversem entre si e tenham convênio. Esse processo pode ser acompanhado diretamente com o banco e o próprio INSS. 

Como saber se meu empréstimo foi aprovado pelo INSS? 

A confirmação do empréstimo ocorre quando o Dataprev devolve ao banco o arquivo de transmissão aprovado. Ou seja, quando se finaliza o último estágio de averbação do contrato. Se a averbação for bem sucedida, o pagamento já é direcionado e feito de maneira automática. Se por algum motivo o empréstimo consignado acabar sendo negado, da mesma forma, a pessoa recebe uma devolutiva com as razões. 

É possível ter a aprovação de crédito mesmo com restrição? 

Sim, é possível. Como já explicamos neste artigo, o empréstimo consignado permite que o valor da parcela do empréstimo seja reservado na folha de pagamento de quem o solicita, ou seja, através da margem consignável aquele valor será destinado única e exclusivamente para esse fim e quem solicita o empréstimo efetivamente nem chega a receber o valor da parcela. Por isso e como aposentado/pensionista/servidor público ou assalariado possuem uma renda recorrente, os bancos não fazem consulta aos órgãos de proteção ao crédito. A única exceção para não ter um crédito consignado aprovado é se 

você já tiver outro crédito e aí talvez seja necessário fazer um refinanciamento ou portabilidade de dívida ou não ter margem consignável. 

Quanto tempo demora para liberar o Empréstimo Consignado? 

Normalmente, o INSS e a previdência social pedem de 3 a 5 dias úteis para todo o processo de análise, conferência dos dados e averbação do contrato. Assim que esse processo ocorre, a maioria dos bancos leva de 48 a 72hs para efetivamente depositar o dinheiro na conta de quem solicitar. 

Principais motivos para não ter o empréstimo consignado aprovado 

Existem alguns motivos que podem fazer com que o seu empréstimo consignado seja reprovado e os separamos resumidamente abaixo, que são: 

– Contas diferentes (não ter o mesmo nome do titular) entre a conta corrente que quer 

receber o empréstimo e a que serão debitadas as parcelas; – Não possuir renda recorrente e fixa; – Não ser do público de assalariados, servidores, pensionistas ou aposentados do 

INSS; – O banco da conta corrente em que você desejar ter o dinheiro não possuir convênio 

com sua empresa ou INSS; – Possuir algum outro tipo de crédito ou financiamento;

 


Compartilhe no whatsapp e redes:

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *