O Bolsa Família vai acabar? Entenda a situação

Compartilhe no whatsapp e redes:

A pandemia causada pelo novo coronavírus acarretou impactos profundos na sociedade brasileira, seja no campo sanitário, social e econômico.

Com a necessidade do isolamento social e com uma parcial parada na atividade econômica por conta disso, uma camada da sociedade recebeu holofotes, principalmente por conta de sua fragilidade numa situação como essa que vivemos: os autônomos.Sem poder trabalhar e sem a garantia de uma renda por carteira assinada, como essas pessoas manteriam suas fontes de renda?

Bom, para auxiliar essa camada, o governo federal criou o Auxílio Emergencial, benefício a ser pago durante o período de pandemia para os trabalhadores informais, desempregados e pessoas na linha da pobreza.Porém, a situação não se resolve com o fim da pandemia, por isso, começou a ser discutida a possibilidade da criação de um programa de renda mínima, similar ao Bolsa Família, porém mais abrangente que este.Entre as propostas em discussão que mais vem ganhando espaço e força, é o Renda Brasil, que possivelmente virá a ser o substituto do Bolsa Família.

O anúncio veio há alguns meses por parte da equipe econômica liderada pelo ministro Paulo Guedes, que divulgou a pretensão do governo de acabar com o Bolsa Família e criar um novo programa de transferência de renda em seu lugar.

O Bolsa Família vai acabar?

bolsa familia vai acabar

A ideia do governo federal é unificar uma série de programas sociais considerados ineficientes em um único benefício. Nisto, o Bolsa Família deixaria de existir, assim como o Abono Salarial e o Seguro Defeso.

O Renda Brasil abrangeria todos os beneficiários dos programas a serem extintos, porém, também seria destinado aos trabalhadores informais cadastrados no Auxílio Emergencial.

A expectativa é que o novo programa comece em outubro, com o fim do pagamento do Auxílio (que teve duas parcelas de prorrogação).

Quanto será pago pelo novo Renda Brasil?

Ainda não existe um número oficial de quanto será pago por esse novo programa de transferência de renda, porém estima-se que os pagamentos variem entre R$ 250 a R$ 300 por mês.

Uma das vantagens do Renda Brasil sobre o Bolsa Família, é que, além do pagamento de um valor superior, os beneficiários também poderão exercer algum tipo de atividade que garanta uma renda extra e receber o benefício, diferentemente do que acontece com o Bolsa Família.

Lembrando que o projeto de lançamento ainda deve ser discutido com os presidentes das casas legislativas do Brasil, Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Os gastos do governo

Atualmente, o Bolsa Família é pago a 27 milhões de brasileiros, custando cerca de R$ 30 bilhões aos cofres da união. O Auxílio Emergencial, por sua vez, custa R$ 50 bilhões por mês e está sendo pago para mais de 50 milhões de pessoas, inclusive, aos beneficiários do Bolsa Família.

Mesmo sem mais informações sobre quando o programa deve começar, como acontecerá o seu cadastro e quanto será pago por ele, vale ficar atento às novidades que vem por aí.

gostaram das informações pessoal?

Sugestões e duvidas podem deixar nos comentários


Compartilhe no whatsapp e redes:

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *