FGTS para reforma: veja como funciona!

Quer saber como usar seu fgts para reforma ou construção? Saiba aqui e agora!

Se você decidiu reformar a sua casa ou o apartamento, saiba que não pode usar o saldo do FGTS para pagar essa despesa. Esse dinheiro é seu, mas só pode ser resgatado quando você vai comprar um imóvel ou quitar um consórcio imobiliário. No caso de reformas, a Caixa Econômica Federal não libera o saque desse fundo – mesmo que você tenha no mínimo três anos de depósito no FGTS.

Quem precisa de grana para uma reforma pode pesquisar alguns empréstimos, como o consignado ou o refinanciamento. Além disso, o governo possui dos empréstimos específicos para bancar os custos da reforma ou construção da sua casa.

Dois tipos de empréstimo do FGTS para reforma ou construção

fgts para reforma

Fimac FGTS – empréstimo para quem tem FGTS: Este empréstimo do governo é exclusivo para quem recebe (ou recebeu) o pagamento do Fundo de Garantia por no mínimo três anos. O valor máximo financiado nessa linha é R$ 20 mil, sendo que o imóvel deve custar até R$ 500 mil. O prazo para quitar a dívida costuma ser de até 10 anos e você não tem acesso ao dinheiro do FGTS, pois ele será usado somente como referência para o banco ceder o crédito. Saiba mais sobre o Fimac FGTS.

Construcard da Caixa – empréstimo para comprar material de construção para a reforma: Outra opção para financiar a reforma ou a construção da sua casa é o Construcard. O Construcard é um cartão da Caixa que permite financiar a compra de material de construção da reforma ou construção da sua casa. Nesse caso, qualquer um pode pedir o financiamento para a Caixa, tendo ou não o FGTS. O valor máximo do empréstimo depende da sua renda e o prazo para quitar a dívida é de até 238 meses.

Ainda há chance do FGTS ser liberado para uso em reforma?

Há sim. Embora a legislação não preveja e a Caixa negue a possibilidade, existem algumas decisões judiciais que permitiram ao trabalhador sacar o dinheiro do FGTS para pagar uma reforma da casa.

Uma decisão da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF), da 4ª Região do Rio Grande do Sul, em 2015, liberou o uso do FGTS por um casal que morava em uma casa de madeira e precisava realizar a troca das tábuas, que estavam precárias.

fgts construcao

Segundo o juiz, o FGTS tem um cunho social. Logo, ele deve ser liberado para reformar uma casa que esteja em más condições de habitação.

Esta decisão serve como base para casos semelhantes. Por isso, se o proprietário do imóvel necessitar de uma reforma de urgência ou de extrema necessidade, que não seja apenas para fins estéticos, ele pode buscar seus direitos na Justiça.

Todos os beneficiários do FGTS também podem obter linhas de crédito especiais. Em 2012, a Caixa lançou a modalidade de empréstimo Fimac FGTS, que poderá ser usada para construir, reformar e ampliar a casa.

O valor máximo para a utilização da linha é de 20 mil reais, com juros de 12% ao ano. O imóvel também não pode valer mais do que 500 mil reais.

É importante ressaltar que o dinheiro desta modalidade de empréstimo virá do recurso das contas do FGTS, mas o trabalhador não poderá usar seu próprio saldo para quitar a dívida.

Conclusão

Bom pessoal, espero que tenham curtido as informações e que consigam usar seu Fgts com sabedoria ok?

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentários!

Recomendados para você:

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *